sexta-feira, 25 de novembro de 2022

estranho...


Aquilo era mesmo estranho,não saber quem era aquele estranho que outrora dividiu dias coloridos comigo.
Havia algo nele inacessível. Me perguntava desde quando o olhei assim.
O olhar dele causa estranheza. Alguém com quem vivi anos e anos,sem saber quem era aquele que mirava o outro lado da rua. Alguém que nadou comigo em correntezas,agora olhava o céu cinza e entre as pessoas na rua desaparecia…



Crônicas: Aquele Olhar 
Valdelice Nunes
Novembro/2022

segunda-feira, 21 de novembro de 2022

Níveis de Consciência

Enquanto
a cor da pele importar
O cabelo,o reflexo além do espelho
o lugar onde mora
e a classe social pesar
O grau de instrução
a profissão…as crenças e a religião separar,

não haverá vitórias nem o que celebrar.

DATA e + datas 
meras cortinas de fumaça
É melhor observar direito
ser livre tem um preço
 Estamos nos deixando acorrentar.




Valdelice Nunes
Campinas, SP
Novembro/2022
*imagem* Pinterest
#Jøfráseø_Editora



https://www.facebook.com/Valdelicenune


quarta-feira, 16 de novembro de 2022

DO TERRAÇO


Da varanda observo
os servos inconscientes se autodestruirem.
Vejo fome,dor,lamento. Gente descontente que aprendeu a fazer de conta que está feliz.
Andando errante,vivendo sem saber porquê. Dizendo sim sem questionar,acreditando que o que está ruim não pode piorar.
Olho e me entristeço,no fundo o povo sente que não era para ser assim. Por mais que se esforce,a coisa continua muito ruim.
Mas por medo permite os flagelos. Desconhecendo os significados do verde,azul,amarelo e branco. Entoando a letra do mais lindo hino,afogando milhões de prantos.
Essa gente ainda não sacou que a sacada é adestrar, é mutilar,fazer a massa trabalhar para sustentar aqueles que os mantém na rédea curta.
Onde estão todos aqueles que dizem não fugir da luta?
Gente,acorde para a grande missão!
Chega de viver essa aceitação, é hora de cortar os elos da ilusão!
O universo é o berço comum,esta terra é direito de cada um de nós.
Que pátria é essa que acorrenta e polariza?
Terra idolatrada que não salva,mas silenciosamente,diz que salve-se quem puder.
Não é para todos as suas riquezas. Mesmo sendo tão abundante a nossa gentil natureza.
Vejo tudo aqui no terraço,aprendam a lutar pelo espaço que já conquistaram…chega de controle!
Cidadãos livres são conscientes dos direitos que têm. A terra é um bem comum. Nela todos devem ser prósperos.
Desperte para sua missão,entenda que em tudo há propósito!
É urgente acabar com a alegria daqueles que se fazem "donos do pedaço".



Valdelice Nunes
Campinas, SP
Novembro/2022
*imagem* Pinterest
#Jøfráseø_Editora



https://www.facebook.com/Valdelicenune



sexta-feira, 11 de novembro de 2022

Molhada de mim

Segredos
confesso à chuva
Ela não censura
não me recrimina
As lágrimas rolam
se misturam…
Dançamos juntas
oferecendo tudo que tenho
para que seja carregado
pelos ventos 
Confesso cada tormento
ela sabe que sou sincera
Louca e honesta 
Molhando as incertezas
aprendendo a beleza
de ver através do que sinto
Não importa o que dizem
ela sabe e chora comigo



Valdelice Nunes
in Esboços Subtraídos
Campinas, SP 
Novembro/2022
*imagem* Pinterest 

#Jøfráseø_Editora


quarta-feira, 9 de novembro de 2022

ENTRE MUNDOS



Teus olhos contemplam a noite
dentro da caverna
Meus olhos apreciam o amanhecer
fascinada com a poesia em cores
Deitada na relva
germina pensamentos
que não governo

Sou manhã e tu anoiteces
O sono aos poucos te domina
Pousa em ti a escuridão
A mente jaz no esquecimento

Agora nada somos
E,num portal do espaço,nos tocamos
Numa dimensão onde não há tempo
Não há sombras na caverna
que abriga as nossas ilusões

Aii de nós…os nós foram desfeitos!
Aii de mim…presa ao desejo de fugir!




Valdelice Nunes
Campinas, SP
Novembro/2022
*imagem* Pinterest
#Jøfráseø_Editora



https://www.facebook.com/Valdelicenune

Dia Especial

Panelas. Facas. Liquidificador . Triturador de alho. Conchas. Potes. Vasilhas de tudo que é tamanho. Verduras. Frutas. Temperos....