segunda-feira, 29 de abril de 2024

Boca da Noite

“Oi moça!”
“Oii…”
Ela sempre respondia depois de passar por ele,andava distraída.
“Boa noite moça!”
“Boa noite!”
Outra vez,respondeu com atraso. Meio desconectada do mundo.
Certa noite,ela mudou de calçada antes de encontrar o moço, nem sempre se viam num mesmo horário. Uma outra vez,ele andava pela rua de baixo. Sempre acompanhado de seu fiel cão negro de pelos brilhantes,que é bem forte e o faz andar rápido.
No entardecer,ele faz caminhada e ela retorna do trabalho. A cabeça cheia de pensamentos a afasta da realidade,mesmo assim ela aprecia o pôr-do-sol. Se perde naquela mistura de cores da tela celeste refletida nas águas do rio.
“Boaaa noite moça!”
“Boa noite!”
Outra vez mudou de calçada,por reparar o céu alaranjado,teve a impressão de vê-lo;desta vez acompanhado pelo fiel amigo e por uma moça que também caminhava segurando a coleira do seu pet.
A primeira vez que ela passou,ele estava sentado num banco da orla ribeirinha,a cumprimentou e seu fiel amigo de quatro patas acompanhou seu caminhar até o fim da rua. 
“Boa tarde moça!”
“Boa tarde!”



Valdelice Nunes
Abril/2024
*imagem* Pinterest 


https://www.facebook.com/Valdelicenune
 @valdelicee.nunes


segunda-feira, 15 de abril de 2024

Manipulações



Cuidado! Ali ,em alguma parte desse jardim…cuidado com a serpente!
Ela é ardilosa,encanta muita gente.
Certo dia,disse que Eva podia comer o fruto da árvore separada. Essa bicha gosta de ser surpreendente.
Se Eva do fruto comesse,seria como Deus. Ela logo lhe obedeceu. Percebeu ali que deusa era. Daí culparam a serpente de ser terrível fera.
Os olhos de Eva abriu,quis que o marido também enxergasse. 
Que Deus de amor é esse que os puniu?
Um Deus que impõe ser venerado. Que alegra uns e a outros abate… Se lá,isso ainda gera tantos debates.




Valdelice Nunes
Abril/2024
*imagem* Pinterest 


https://www.facebook.com/Valdelicenune
 @valdelicee.nunes

sexta-feira, 5 de abril de 2024

Tela Mental

Narrador: Naquela tarde abafada de outono,o aluno curioso olhava a folha com sua atividade. Porém,fazia questionamentos que nada tinham a ver com o tema. Ele nada queria saber sobre o número doze e as quantidades em dúzias.

Bernardo: Tia,como a gente faz pra tirar uma coisa que não sai da cabeça?

Tia Val: O que tá na sua cabeça? Boa pergunta,preciso saber como fazer isso também!

Bernardo: A gente tem que decidir o que fica na cabeça. Não quero mais ficar só vendo isso!

Tia Val: Concordo. E vou descobrir,com você, o que fazer. O que você só fica vendo?

Bernardo: É que eu vi um filme daquela coisa que fica toda enrolada no papel higiênico…muito feio e agora só fico pensando nisso.

Tia Val: Viu filme de múmia?

Bernardo: Hum huuum! Eu fico pensando que eu tava lá. Ela ia me pegar.

Tia Val: Não é papel higiênico. É atadura…faixa! Acha que viveu lá no Antigo Egito?

Bernardo: Acho. E, por que ela fica toda enrolada,tia Val?

Tia Val: Por causa do processo de embalsamento. Lá no Antigo Egito,eles faziam isso pra quando fosse voltar pro corpo, quando chegasse a hora de viver de novo…

Narrador: Depois de explicar, brevemente,como era embalsamar um corpo e responder a tantas outras questões, o menino quis saber como esquecer o pensamento teimoso.

Tia Val: Agora,vamos terminar a atividade! Ainda tem mais duas.

Bernardo: Sabe, tia? Eu sinto falta de quando eu era bebê…

Tia Val: Por que? Já sei…você não ia pra escola nem tinha reforço comigo.

Bernardo: Era, só ficava aqui de boa com minha mãe. Agora eu já tenho cinco anos…

Tia Val: Então,bora fazer as atividades e depois eu brinco com você…

Bernardo: Tia,foi Pedro Álvares Cabral quem descobriu o Brasil? (O menino tem uma relação próxima com tal personalidade,vive falando nele)

Tia Val: Invadiu mermo,mas a escola continua contando essa lorota.

Bernardo: Por que a escola diz que foi ele?

Tia Val: Fica mais fácil,pra ela,ensinar.

Bernardo: Mas,tia,como se faz pra tirar o pensamento da múmia na minha cabeça?

Tia Val: Pense numa coisa que você gosta MUITO de fazer…

Bernardo: Eu gosto de pula-pula.

Tia Val: Então a gente vai imaginar um e pular,agora!

Narrador: Bernardo deixou o lápis sobre a atividade xerocada na mesa,onde desenhava frutas numa árvore. Segurou a mão da professora e foram para o meio da sala pular.
A mãe do menino sapeca olhava tudo dividida entre as mensagens no smartphone e a conversa na sala;sentada num sofá no lado direito.
Ela até respondia perguntas com gestos e monossílabos,depois voltava ao smartphone.

Bernardo: (indo até onde a mãe estava) Bora pular comigo e a tia Val,a gente tá no pula-pula!

Narrador: A mãe do menino ajeitou o cabelo num coque folgado,botou a blusa por dentro do short e segurando a mão dele, foram até o meio da sala pular. Estava entre elas,segurando as mãos.
Até que ele parou e disse:

– Tia como Jesus nasceu,se antes não existia nada no mundo?
Será que caiu uma pedra no mundo e tudo saiu dela? Mas quem criou a pedra?

Mãe: Val,minha fia…só você mermo!

– Tia Val: É assim todos dias! Não é menino Curioso? Agora deixe eu pensar: uma pedra cai no mundo,o mundo não existia…quem criou a pedra?!
Já sei,foi a imaginação do Universo! Porque antes tudo era som,depois virou verbo. E o verbo tornou tudo visível. Porque Jesus é o Verbo transformado em homem.

Bernardo: Eita…acho que você adivinhou,tia!

Fim
🎭 🛋️ 🎭


segunda-feira, 1 de abril de 2024

Divindade


Era uma vez menino belo
não ligava pra nada,
Trancafiado num templo de mistério.

Ele era como Narciso
enamorou-se dele mesmo,
Sofria da síndrome do indeciso.

Não sabia o que fazer durante o dia
se iria ver amigos ou parentes
Estar consigo mesmo,o fazia contente.

Diante do espelho respirando vaidade,
o menino até sofria…
Quem entenderia aquela cumplicidade?

Será que no mundo haveria,
outro indivíduo que tanto se adorasse?

Era uma vez um belo menino
descobrindo que
Amar-se era o seu destino.



Valdelice Nunes
Abril/2024
*imagem* Pinterest 


https://www.facebook.com/Valdelicenune
 @valdelicee.nunes

RE Cortes

>Infelizmente,não deu para botar outras fotos. É muita gente!< Eu sou fragmento de um imenso mosaico. Arte tecida pela vid...