quinta-feira, 18 de agosto de 2022

A verdeira vida

Ando descrente
Contextualize o mito da criação
Não que seja irreal
Foi apenas uma linguagem
Para falar de algo complexo 
Os mitos dizem muito além do dito
A verdade da vida no universo
Tudo ainda tão desconexo 

Se souber, explique o porquê da fé confundir... iludir 
Desunir ao invés de unir
O mundo jaz na desinformação
Conhecimentos distorcidos
Na era da informação
Tão descarada contradição

A verdade é que conhecimento é poder,cabe a cada um perceber
E buscar transformação
A desinformação mata todos os dias
Os falsos conhecimentos
Nada acrescentam nessa vida 
Cujo fim é a morte
Seria mesmo essa a nossa sorte?
Minha alma grita
Pede vida
No seio de uma sociedade
Que não produzirá a morte.



Valdelice Nunes
Campinas, SP
Agosto/2022
*imagem* Pinterest
#Jøfráseø_Editora

4 comentários:

- R y k @ r d o - disse...

Poema deslumbrante.
.
Feliz fim de semana.
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Sempre digo que a fé é uma coisa pessoal, e é exatamente assim que deve ser, não devemos deixar que coisas externas afetem ou nos tragam fé, a fé vem de dentro. Mas com muito cuidado para não ter fé cega, pois: fé cega, faca amolada. Fé com juízo, com razão.

A.S. disse...

Gostei!
O teu poema chama a atenção para a realidade do mundo em que vivemos
e nas pessoas em que nos transformamos!

Um abraço!

Jovem Jornalista disse...

Bela reflexão. Adorei!

Boa semana!

O JOVEM JORNALISTA está está em HIATUS DE INVERNO de 03/08/22 à 01/09/22, mas você sempre é bem vindo (a) para visitar e comentar os posts! Tem post novo! Não deixe de conferir!

Jovem Jornalista
Instagram

Até mais, Emerson Garcia

Afastamento Pessoal (10)

Agora tudo começa a clarear Tudo faz muito sentido Todos os sentidos estão a aflorar Ativando as comunicações Confirmando as sen...