sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Língua Normativa


A gramática é a fala padronizada
Elementos de sintaxe
E outras chatices 
Ao escrever,escuto o que a voz poética disse.

Estrutura e formação das palavras
Quem assegura é a morfologia
Se eu for escrever pensado nisso
Não sai nada
Me toma a agonia!

No texto a voz precisa fluir
Precisa ter leveza e harmonia
Talvez, você leitor não entenda
Mas uma espiada no dicionário pode ajudar
Gramática é pra organizar
Mas pode dificultar.

A língua não cabe na gramática
Já dizem as vozes de cada região desse país
Sei que você pode pensar o contrário
E faz muito bem questionar
Língua é identidade,não unicidade.
É expressão
Por meio da fala
Expomos opiniões
Seja ao modo alagoano
no meu Português brasileiro
Seja com o Português rebuscado
 de Luís Vaz de Camões.

Pouco importa o idioma
Ou a região onde vive o escritor
Sua escrita quer ser voz
Como voz ser ouvida
Mesmo que não haja espaço pra ela
Na gramática que atesta
O uso correto da língua.


imagem: Pinterest

4 comentários:

" R y k @ r d o " disse...

Acredito que seja um livro (gramática?) muito interessante de ler.
.
Cumprimentos poéticos.
.
Pensamentos e Devaneios Poéticos
.

Cidália Ferreira disse...

Adorei a publicação. Lindo poema!! :))
-
Coisas de uma Vida
-
Beijos. Bom fim de semana

Jornalista Douglas Melo disse...

Olá “Menina Maravilha”,
Que o “Vinte Vinte e Dois” esteja sendo um belo recomeço em teus dias.

A concordância entra em desalinho (principalmente aos poetas), que se utilizam mais da “Licença Poética” e menos da sintaxe, em uma espécie de liberdade de escrita acolhida e escolhida pelo versista, na construções de suas poesias, prosódias, odes, acrósticos, sonetos, etc...
Já na ortografia regular (na acadêmica e escolar), as sintaxes não podem ser disformes, demandam às inúmeras regras e não ao uso coloquial, para atingir seus objetivos de expressão.
BatBeijos!!!〴 ⋋_⋌ 〵

Jovem Jornalista disse...

Concordo com a reflexão!

Boa semana!


Jovem Jornalista
Instagram

Até mais, Emerson Garcia

D'lírios

E quando vejo lírios Vejo como miragem O semblante calmo O coração aberto O vento mistura Os pensamentos Toca os lírios Espalha ...